III EDIÇÃO - 31/08 - 01/09/18
GRAMADO, RS, BRASIL

JORNADA INTERNACIONAL DE

INVESTIGAÇÃO CRIMINAL

O MAIOR E O MAIS PROFISSIONAL CONGRESSO DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL DA AMÉRICA LATINA

Os Ícones da Investigação Criminal - O Maior Congresso

OS PROFISSIONAIS DE REFERÊNCIA NO MAIOR CONGRESSO DE INVESTIGAÇÃO DA AMÉRICA LATINA 30 HORAS COMPLEMENTARES



Sobre o Evento

A JORNADA INTERNACIONAL DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL tem, como principal objetivo, promover discussões sobre a persecução penal e, notadamente, sobre o que há de mais atual nos métodos e técnicas de investigação, na coleta de provas, no indiciamento e no processo judicial.

A Jornada de Investigação se consolidou como um forum adequado para fomentar a troca de experiências entre as lideranças das carreiras jurídicas, políciais e de segurança pública, estaduais e federais.

Nesta Terceira Edição, o evento ocorrerá durante dois dias completos, e será realizado em uma sexta-feira e um sábado, permitindo que sejam abordados mais temas e possibilitando ainda que todos os participantes possam desfrutar das opções de lazer da cidade, na noite de sábado e por todo o domingo.

  • OS ÍCONES DA INVESTIGAÇÃO CRIMINAL E DA SEGURANÇA PÚBLICA
  • O MAIOR CONGRESSO DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL DA AMÉRICA LATINA
  • ATUALIZAÇÃO EXCLUSIVA - EXPERIÊNCIA PRÁTICA COMPARTILHADA - NETWORKING
CONTADORES

A JORNADA INTERNACIONAL DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL Em Números

0

Palestrantes

0

Painéis

0

Palestras

0

Debates

0

Horas Atividades Complementares

0

Entidades Internacionais

0

Entidades Nacionais

0

Inscritos em 2017

Grade de Palestrantes

Conheça os Palestrantes



MARCELO DA COSTA BRETAS

DR. MARCELO DA COSTA BRETAS

Juiz Federal Titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

Juiz Federal Titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, onde tramitam, dentre outros, os processos da Operação Lava Jato no estado do Rio de Janeiro. Juiz Federal desde 20 de novembro de 1997, Foi Promotor de Justiça do Estado do Rio de Janeiro entre os anos de 1996/1997; Foi de Oficial de Justiça Avaliador da Justiça Federal/RJ, no ano de 1995 É Mestre em Direito na Universidade Católica de Petrópolis (2014); Possui Graduação em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994).

VALLISNEY DE SOUZA OLIVEIRA

DR. VALLISNEY DE SOUZA OLIVEIRA

Juiz Federal Titular da 10ª Vara Federal Criminal de Brasília

Juiz Federal responsável pela 10ª Vara Federal Criminal de Brasília, onde tramitaram, dentre outros, casos decorrentes de grandes operações, como a Lava Jato e seus desdobramentos, como a Operação Sépsis; a Operação Zelotes; a Operação Greenfield; a Operação Cui Bono (notória pela apreensão de malas de dinheiro atribuídas ao Assessor Geddel Vieira Lima); a operação Panatenaico; a Operação Métis. É Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Amazonas (1988), com Mestrado (1999) e Doutorado (2002) em Direito Processual Civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP. É Professor de Teoria Geral do Processo e Direito Processual Civil da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília - UnB (Classe 702, Nível 2). Autor de diversas publicações, dentre elas: "Embargos à Execução Fiscal" (2000); "Audiência, Instrução e Julgamento" (2001); "Constituição e Processo Civil" (2008 - coordenador e co-autor); "Nulidade da Sentença e o Princípio da Congruência" (2009 - 2ª ed.); "Processo Civil - para concurso de Juiz Federal" (2011). "O Juiz e o Novo Código de Processo Civil" (2016). "Processo Civil para Concurso de Juiz Federal"; Foi professor da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Foi Promotor de Justiça no estado do Amazonas e Procurador da República no estado do Espírito Santo; Foi Juiz de Instrução no Superior Tribunal de Justiça.

DELTAN DALLAGNOL

DR. DELTAN MARTINAZZO DALLAGNOL

Procurador Regional da República.

Procurador Regional da Republica - Membro da Força Tarefa da Operação Lava Jato. Mestre pela Harvard Law School (LL.M.) (revalidação como mestrado pela Universidade Federal do Paraná, processo 23075.030726/2013-21). Graduado pela Universidade Federal do Paraná (2001). Experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal e Processual Penal, em especial Prova Indireta e Crimes Contra o Sistema Financeiro Nacional e de Lavagem de Dinheiro. Formação Complementar 2013 - 2013 Pre-LLM. (Carga horária: 120h). Boston University. 2011 - 2011 Seminário local de liderança. (Carga horária: 8h). Instituto Haggai. 2008 - 2008 Media Training. (Carga horária: 8h). Escola Superior do Ministério Público da União, ESMPU, Brasil. 2007 - 2007 Curso de Ap de Especialistas em Comb à Lav de Dinh. (Carga horária: 21h). Escola Superior do Ministério Público da União, ESMPU, Brasil. 2006 - 2006 Curso de Aperf no Combate à Lavag de Dinheiro. (Carga horária: 48h). Fundação Escola do Ministério Público do Estado do Paraná. 2005 - 2005 Investig de Crimes Financ e Transp Ileg de Moeda. Ministério da Justiça. 2004 - 2004 Combate e Prev à Lavag de Dinh e Coop Jca Internac. (Carga horária: 16h). Conselho de Justiça Federal. 2004 - 2004 Combate à Lavagem de Dinheiro. (Carga horária: 12h). Escola Superior do MP do Distrito Federal e Territórios. 2004 - 2004 Seminário Internac de Combate à Corrupção Mercosul. (Carga horária: 20h). Escola Superior do Ministério Público da União, ESMPU, Brasil. 2003 - 2003 II Curso de Iniciação de Procuradores da República. Escola Superior do Ministério Público da União, ESMPU, Brasil. 2002 - 2003 Curso de iniciação da Carreira de Juiz de Direito. Escola da Magistratura do Estado do Paraná. 2002 - 2002 Denúncia e Libelo. (Carga horária: 10h). Centro de Estudos Jurídicos Prof. Luiz Carlos S. de Oliveira. 2002 - 2002 Curso de Atualização e Aperfeiçoamento Jurídico. (Carga horária: 120h). Centro de Estudos Jurídicos Prof. Luiz Carlos S. de Oliveira. 2002 - 2002 Curso de Atualização e Aperfeiçoamento Jurídico. (Carga horária: 101h). Centro de Estudos Jurídicos Prof. Luiz Carlos S. de Oliveira. 2002 - 2002 Congresso Nacional de Direito Civil. (Carga horária: 30h). Associação dos Magistrados do Estado do Paraná. 2001 - 2001 VII Curso de Aperf. para Ing. na Carreira do MP. (Carga horária: 668h). Fundação Escola do Ministério Público do Estado do Paraná. 1999 - 1999 Extensão universitária em 2ª Jornada de Iniciação Científica. (Carga horária: 2h). Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil. 1999 - 1999 Extensão universitária em Semana de estudos em hom. ao Prof. Rubens Requião. (Carga horária: 18h). Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil. 1999 - 1999 Extensão universitária em Simpósio de Direito Bancário. (Carga horária: 10h). Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil. 1998 - 1998 Seminário de Defesa dos Direitos Fundamentais. (Carga horária: 24h). Ministério Público do Estado do Paraná. 1997 - 1997 Extensão universitária em Direitos Fundamentais. (Carga horária: 15h). Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil. 1997 - 1997 Extensão universitária em A questão da democracia no Brasil. (Carga horária: 3h). Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.

Congresso de Direito

DR. MARCIO ADRIANO ANSELMO

Delegado Coordenador Geral de Combate à Corrupção da Polícia Federal

É Coordenador Geral de Combate à Corrupção da Polícia Federal, Foi Chefe da Divisão de Represão a Crimes Financeiros da Polícia Federal. É Delegado de Polícia Federal - Presidente do Inquérito Original da Operação Lava Jato, foi Corregedor da Polícia Federal no estado do Espírito Santo. É Doutor em Direito Internacional - USP Mestre em Direito Internacional Econômico - PUC/BRA Especialista em Ciência Policial e Investigação Criminal - CAESP/ANP Especialista em Direito do Estado - Universidade de Londrina Líder do grupo de pesquisa O crime organizado e atividade financeira ilícita transnacional na Escola Superior de Polícia da Polícia Federal. Membro da Comissão Científica da Jornada Internacional de Investigação Criminal.

Congresso de Direito

DR. CARLOS FERNANDO DOS SANTOS LIMA

Procurador Regional da República.

Procurador Regional da Republica - Atualmente atua na força-tarefa Operação Lava Jato, em Curitiba. Ingressou, em 1995, como membro do Ministério Público Federal. Atuou também no caso Banestado, operação que investigou evasão de divisas no Banco do Estado do Paraná (Banestado). Foi Promotor de Justiça do Estado do Paraná (1991-1995) É Master of Laws LL.M. na Cornell Law School É Graduado em Direito e Ciências Econômicas. É membro da Comissão Científica da Jornada Internacional de Investigação Criminal.

Congresso de Direito

DRª. ERIKA MIALIK MARENA

Delegada de Polícia Federal Superintendente Regional de Polícia Federal no estado de Sergipe.

Atuou como Procuradora do Banco Central, entre 2002 e 2003, ano em que ingressou na PF em São Paulo para trabalhar na Delegacia de Crimes Financeiros. Em 2004, integrou por três anos a força-tarefa do caso Banestado, coordenando o CC5 deste caso entre 2005 e 2007. Participou ainda do Grupo de Repressão a Crimes Financeiros e da Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários, sendo também professora da Academia Nacional de Polícia, na disciplina Lavagem de Dinheiro. Foi Chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Financeiros em Curitiba entre 2013 e 2016, onde batizou, integrou e coordenou a Operação Lava Jato em Curitiba. Após esse período, foi convidada para chefiar a área de combate à corrupção e desvio de verbas públicas da Superintendência da PF em Santa Catarina. Em 2016 foi a mais votada de uma lista tríplice para indicação para a diretoria geral da PF. Em 2017, a Drª Erika foi interpretada no cinema pela atriz Flavia Alessandra no filme Polícia Federal: A Lei É para Todos.

Congresso de Direito

DR. EMERSON WENDT

Chefe de Polícia Civil do Rio Grande do Sul e Presidente do Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil.

Chefe de Polícia Civil do Rio Grande do Sul, Delegado da Polícia Civil do Rio Grande do Sul com 24 anos de experiência policial. Presidente do Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil - CONCPC. Presidente do Conselho Superior de Polícia - PCRS. Mestre em Direito e Sociedade - UnilaSalle. Pós-Graduado em Direito - URI Ex-Diretor de Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos - GIE Ex-Diretor do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico - DENARC Membro do Conselho Superior de Polícia/PCRS - Cadeira 5 Colunista da Coordenação-Geral de Inteligência da Sec. Nacional de Segurança Pública Professor de diversas Academias de Polícia Civil no Brasil. Membro do PoaSec, HTCIA, INASIS e da Comissão Científica da Jornada Internacional de Investigação Criminal.

Congresso de Direito

PERITO FERNANDO DE PINHO BARREIRA

Perito Criminal e Especialista em Direito Digital, Membro da Sociedade Britânica de Criminologia.

Perito Forense Criminal, oriundo da área de crimes cibernéticos, atuando profissionalmente e como palestrante de diversas áreas da perícia criminal e da criminologia. É Pós-Graduado em Direito Digital e em Perícia Criminal. Especializado em Sociedade da Informação e Direito de Autor - Universidade Clássica de Lisboa e Atuou em diversos casos de repercussão e realizou, ao longo da carreira, especializações em telecomunicações, informática, criminologia, perfilamento criminal e investigação criminal; É Bacharel em Direito e em Administração de Empresas e Análise de Sistemas, É Técnico em Processamento de Dados. É membro efetivo das Associações: The British Society of Criminology - UK; HTCIA - High Technology Crime Investigation Association - EUA; ACJC - The Academy of Criminal Justice Sciences - EUA; IACIS - International Association of Computer Investigative Specialists - EUA; APCForense - Associação Portuguesa de Ciências Forenses - POR. É CEO - THE PERFECT LINK Forensics e Diretor da Jornada Internacional de Investigação Criminal.

Congresso de Direito

DR. DAVID BRASSANINI

Adido Policial do FBI/Embaixada Norte-Americana no Brasil.

David Brassanini nasceu no estado de Utah, EUA. Na sua juventude ele e a família mudaram para o Brasil por seis anos aonde o David aprendeu a falar o português. O sr. Brassanini e sua esposa são casados à 26 anos e são os pais de quatro filhos. Sr. Brassanini começou a sua carreira como agente especial do FBI em 1997, onde investigou a contra-inteligência no escritório da Filadélfia e era um membro da equipe de resposta de provas que trabalhou após os ataques terroristas do 11 de setembro de 2001. Em 2002, Sr. Brassanini passou um temporada em Riyadh, Arábia Saudita e em seguida para Brasília, em 2003. Em 2004, Sr. Brassanini foi transferido para a sede do FBI em Washington, DC., divisão de contraterrorismo e operações financeiras (TFOS). Enquanto no TFOS, Sr. Brassanini foi designado para a unidade de operações financeiras extremista Global. Em 2006, Sr. Brassanini foi designado ao Brasil como Adido Policial do FBI até 2011, quando transferiu-se para o escritório de Memphis para supervisionar a força tarefa de terrorismo. Dois anos mais tarde, o David foi promovido a inspetor adjunto na sede do FBI. Em 2015, o David foi promovido a chefe do hemisfério das Américas, operações internacionais; e então, em julho de 2017, ele foi nomeado Adido Policial do FBI para o Brasil. Membro da Comissão Científica da Jornada Internacional de Investigação Criminal. .

Congresso de Direito

DR. RICARDO ANDRADE SAADI

Delegado Superintendente Regional da Polícia Federal no estado do Rio de Janeiro

Superintendente Regional de Polícia Federal no estado do Rio de Janeiro. Foi Superintendente da Polícia Federal no Estado do Rio Grande do Sul até 2018. Formado na FBI National Academy, é Mestre e Doutor em Direito Político e Econômico (Mackenzie), Especialista em Direito Processual Civil (PUC/SP), Graduado em Direito (Mackenzie) e Economia (PUCP/SP). Delegado de Polícia Federal desde 2002, atualmente exercendo a função de Superintendente Regional da Polícia Federal no estado do Rio de Janeiro. Diretor do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI) entre agosto de 2010 e janeiro de 2017. Conselheiro do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) entre 2010 e 2017.

Congresso de Direito

DR. EDVANDIR FELIX DE PAIVA

Delegado de Polícia Federal e Presidente da ADPF.

Delegado de Polícia Federal, é o presidente da ADPF - Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal), empossado no dia 04 dezembro de 2017 para gestão até 04 de dezembro de 2019. Policial desde fevereiro de 2002, inicialmente na Polícia Civil do Distrito Federal. Delegado de Polícia Federal desde 2007. Tomou posse e entrou em exercício na Delegacia de Polícia Federal em São José do Rio Preto/SP. Em 2010, foi convidado a trabalhar na Corregedoria-Geral de Polícia Federal, em Brasília, onde atuou nas Coordenações de Disciplina e de Assuntos Internos. Em 2015, foi convidado a trabalhar na Divisão de Repressão a Crimes Previdenciários da Coordenação-Geral de Polícia Fazendária, onde permaneceu até a posse na presidência da ADPF.

Congresso de Gramado

DR. JORGE BARBOSA PONTES

Delegado de Polícia Federal e Ex-Coordenador-Geral da Interpol no Brasil

Delegado de Polícia Federal, foi Superintendente Regional do Departamento de Polícia Federal no Estado de Pernambuco, Foi Coordenador-Geral da Interpol no Brasil e Adido da Polícia Federal em Paris. É formado pela Academia Nacional do FBI (General Course of Instruction) em Quantico/Virgínia-EUA. Iniciou a carreira no DPF em 1987, como Agente de Polícia Federal e em 1995 foi aprovado em concurso público para Delegado de Polícia Federal. É o autor da proposta que originou a criação da unidade especializada da Polícia Federal que combate à delinquência ambiental no país e foi o precursor desta atividade no âmbito da Polícia Federal. Recebeu em 2006, em nome da Polícia Federal, na House of Commons, Parlamento Britânico, em Londres (Reino Unido), o International Green Apple Awards, pelos trabalhos realizados pela DMAPH/CGPFAZ, em razão de seus projetos de combate à delinquência ambiental na região amazônica. Foi membro – eleito - do Comitê Executivo da Interpol para o triênio 2009-2011, em Lyon/França, representando as Américas. É autor da teoria que aponta para a existência de um novo fenômeno da criminologia, o "crime institucionalizado", como um flagelo a ser enfrentado por nossa sociedade, mais devastador e de maior complexidade do que "crime organizado" convencional. Atuou ativamente nas manifestações públicas e em redes sociais em defesa da Operação Lava Jato, apoiando movimentos contra a corrupção. Escreveu uma série de 50 artigos sobre o tema em jornais como o Estado de São Paulo, Folha de São Paulo, O Globo, Valor Econômico, Huffington Post e O Público de Lisboa, apontando manobras para alvejar a Operação Lava Jato. Foi convidado a prestar seu depoimento no Congresso Nacional, perante a comissão que estuda as 10 medidas anticorrupção do MPF e participou da Brazil Conference 2017 em HARVARD/EUA, falando sobre sua tese do "crime institucionalizado". Foi consultor especial para a série da NETFLIX "O Mecanismo". É formado em Direito (UERJ), e é pós graduado em Educação em Justiça Criminal pela Universidade de Virgínia/EUA; Concluiu, entre outros, os seguintes cursos: curso de Formação de Oficiais de INTERPOL para América Latina, em Montevidéu/Uruguai. Curso de Inteligência Policial pela National Police Agency Japan, Tóquio/Japão; Curso de Gerenciamento Avançado para Policiais pela Academia Internacional de Polícia, em Roswell/Novo México – EUA; Curso “Global Terrorism”, em Puntarenas/Costa Rica. Curso de Altos Estudos de Política e Estratégica da Escola Superior de Guerra - ESG. MBA em Planejamento e Gestão Estratégica pela Fundação Getúlio Vargas - FGV

Congresso de Direito

DR. VALDECY DE URQUIZA E SILVA JR.

Diretor de Comunidades Vulneráveis da Secretaria Geral na Interpol em Lyon, na França.

Delegado de Polícia Federal desde 2007, foi Chefe do Escritório Central da INTERPOL no Brasil, tendo exercido o cargo de CIO da Polícia Federal e comandado o setor de logística e aquisições em tecnologia da informação. Liderou a Delegação Brasileira no Grupo de Especialistas de Tecnologia da Informação e Comunicações do Mercosul entre os anos de 2010 a 2014. É professor da Academia Nacional de Polícia. Possui pós-graduação em Administração Pública pelo IBMEC e em Direito Ambiental e Gestão Estratégica da Sustentabilidade pela PUC/SP. É membro da Comissão Científica da Jornada Internacional de Investigação Criminal.

Congresso de Direito

DR. CARLOS EDUARDO MIGUEL SOBRAL

Delegado Chefe do Escritório de Estratégia da Coordenação Geral de Polícia Fazendá da Polícia Federal

Delegado de Polícia Federal desde 2003. Atual Delegado Chefe do Escritório de Estratégia da Coordenação Geral de Polícia Fazendá da Polícia Federal, tomou posse na Superintendência Regional em Rondônia, onde exerceu a chefia da Delegacia de Defesa Institucional até ser removido a Brasília, em 2007. Na Sede, esteve na chefia do Serviço de Repressão a Crimes Cibernéticos de 2008 a 2013. Em 2014 exerceu a chefia do Serviço de Análise de Dados de Inteligência Policial da Coordenação-Geral de Polícia Fazendária. Atualmente está cedido à Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça e foi o presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) para o biênio 2015/2017. Membro da Comissão Científica da Jornada Internacional de Investigação Criminal.

Congresso de Direito

DR. CRISTIANO DE CASTRO RESCHKE.

Delegado Diretor do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos da Polícia Civil/RS.

Delegado de Polícia Civil do Rio Grande do Sul, é Diretor do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos da Polícia Civil – GIE – um dos doze departamentos da Polícia Civil/RS; Foi Diretor da Divisão de Assessoramento Especial do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos da Polícia Civil e coordenador da Força Tarefa das Facções do Crime Organizado entre 2017 e 2017; Foi Diretor do Departamento de Inteligência de Segurança Pública – DISP da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul entre 2015 e 2016; Diretor da Divisão de Homicídios do recém criado Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa e titular da Delegacia de Homicídios de Trânsito da capital, entre 2012 e 2015; Delegado de Polícia na Divisão Judiciária e de Operações do Departamento de Polícia Metropolitana e Delegado de Polícia na Delegacia de Pronto Atendimento Santa Maria/RS. Foi Especialista em Comunicações Força Aérea Brasileira na Base Aérea de Santa Maria/RS e Tecnico do Tesouro do Estado da Secretaria da Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul. É Especialização em Direito Processual – UNESUL/SC - 2009 e Graduado em Direito pela UFSM; Possui diversas formações complementares nas áreas de inteligência e segurança pública, no Brasil e no exterior; Na atividade docente foi coordenador dos cursos: Inteligência de Segurança Pública – DISP/SSP; Inteligência Policial – ACADEPOL/PCRS; Contrainteligência – ACADEPOL/PCRS; Inteligência para Gestores – ACADEPOL/PCRS; Inteligência de Polícia Judiciária – CIPJ – ACADEPOL/PCRS e Professor de Investigação Policial – ACADEPOL/PCRS.

Congresso de Direito

DR. VLADIMIR ARAS

Procurador da República.

É mestre em Direito Público pela UFPE, especialista (MBA) em Gestão Pública (FGV), Professor Assistente de Processo Penal na Universidade Federal da Bahia (UFBA), membro do Ministério Público brasileiro desde 1993, atualmente no cargo de Procurador Regional da República em Brasília (MPF), coordenador do Grupo de Apoio ao Tribunal do Júri Federal (GATJ) da 2ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF. Foi Secretário de Cooperação Jurídica Internacional da PGR (2013-2017), ex-membro do Grupo de Trabalho em Crime Organizado e ex-membro do Grupo de Trabalho em Lavagem de Dinheiro e Crimes Financeiros da Procuradoria-Geral da República (GT-LD), foi por vários anos instrutor do Programa Nacional de Capacitação no Combate à Lavagem de Dinheiro (PNLD) do Ministério da Justiça (MJ/SNJ/DRCI). Fez cursos no Centro de Estudios de Justicia de las Americas (CEJA) sobre a Reforma Processual Latinoamericana, e, na DiploFoundation, sobre o Regime Global Antiterrorismo, assim como na UNAFEI, em Tóquio, sobre a Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção (Convenção de Mérida). Foi promotor de Justiça por nove anos, tendo atuado em várias comarcas do interior da Bahia. Por dez anos lecionou Direito na Uefs nas disciplinas Direito Internacional Público e Direito Processual Penal. Como procurador da República atuou em Foz do Iguaçu, Curitiba, Feira de Santana e Salvador. Integrou a Força-Tarefa do caso Banestado, no Paraná, e participou das investigações transnacionais do caso Lava Jato. Foi designado pelo PGR para representar o MPF em missões internacionais em diversos países e em várias edições da ENCCLA – Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro. Pela ESMPU participou de programa de estudos sobre o Ministério Público da República Argentina, em Buenos Aires (2007), de programas de formação de magistrados em Moçambique e Cabo Verde e foi instrutor de curso sobre a Convenção de Mérida na UNAFEI em Tóquio em 2017. Foi Procurador Regional Eleitoral Substituto na Bahia (2011-2013). Foi diretor jurídico da ANPR (2011-2013). Desde setembro de 2017, é Diretor de Assuntos Legislativos da ANPR.

Congresso de Direito

DRª. VIVIANE NERY VIEGAS

Delegada de Polícia Civil do Rio Grande do Sul e Vice-Presidente da ASDEP.

É Mestre em Direito Público pela Universidade do Vale dos Sinos - UNISINOS (2011) e Doutoranda em Direito pela Universidade Autônoma de Lisboa. Possui Pós-Graduação em Direito Público (IDC- 2007) e Pós-Graduação em Gestão da Investigação Criminal pela UNITOLEDO/SP (2014). É graduada em Ciências Jurídicas e Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2005). Atualmente é Delegada de Polícia - Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul e exerce suas atividades como Diretora da Divisão de Prevenção e Educação do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico. Atuou como Diretora de Ensino da Academia de Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul. Exerceu atividades na Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes contra a Administração Pública e a Ordem Tributária. É Docente na Academia de Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul, nas disciplinas de Violência e Criminalidade: aspectos sociológicos e psicológicos, Direito Administrativo e Legislação para Vulneráveis. É Professora dos Cursos de Pós-Graduação da Faculdade IDC e leciona em cursos da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul. É Professora do IBGEN/FTEC nas disciplinas de Direito Criminal e Crime e Sociedade. Áreas de atuação e pesquisa: Administração Pública e políticas públicas na área da segurança publica, possuindo experiência profissional na área do Direito Administrativo e Crimes Econômicos. É Vice-Presidente da ASDEP.

Congresso de Direito

SR. MARCELO ANTUNEZ

Diretor de Cinema - Diretor do Filme "Polícia Federal - A Lei é para Todos."

Diretor do Filme "Polícia Federal - A Lei é para Todos". É um cineasta com um longo currículo de obras consagradas por público e crítica. É sócio proprietário da Panorama Filmes.

Congresso de Direito

SR. TOMISLAV BLAZIC

Produtor de Cinema - Produtor do Filme "Polícia Federal - A Lei é para Todos."

Produtor do Filme "Polícia Federal - A Lei é para Todos". diretor da New Group Cine & TV, empresa associada à Reef Pictures em LA - USA, é publicitário e cursa MBA e Gerenciamento de Projetos na FGV-RJ.

Programação

Programação Provisória - Sujeita à Alterações
- Atividades Complementares



SECRETARIA.

A partir das 8h.

Mesa de Honra de Abertura.

AUTORIDADES CONVIDADAS.

1º Debate

Debate de Honra do Evento.

Presidência do Painel:

Exmo. Sr. Fernando De Pinho Barreira, Diretor do Evento.

Palestrantes de Honra:

Exmo. Sr. Doutor Marcelo da Costa Bretas - Juiz Federal Titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

Exmo. Sr. Doutor Vallisney de Oliveira - Juiz Federal Titular da 10ª Vara Criminal do Distrito Federal.

1ª Palestra

CRIME.GOV - O FLAGELO DA DELINQUÊNCIA INSTITUCIONALIZADA.

Presidência do Painel:

Palestrantes:

Exmo. Sr. Doutor Márcio Adriano Anselmo - Coordenador Geral de Combate à Corrupção da Polícia Federal;

Exmo. Sr. Doutor Jorge Barbosa Pontes - Delegado de Polícia Federal e Ex-Coordenador-Geral da Interpol no Brasil.

2ª Palestra

DARK WEB - GOING DARK

Presidência do Painel:

Palestrante:

Exmo. Sr. Doutor David Brassanini - Adido Policial do FBI/Embaixada Norte-Americana no Brasil.

13h
INTERVALO.

Intervalo para almoço (Não incluso).

PALESTRANTES E CONGRESSISTAS.

2º Debate

A PERÍCIA FORENSE E A CRIMINOLOGIA NA INVESTIGAÇÃO CRIMINAL.

Presidência do Painel:

Debatedores:

Exmo. Sr. Fernando De Pinho Barreira - Perito Criminal e Especialista em Direito Digital. Membro da Sociedade Britânica de Criminologia.

3ª Palestra.

GESTÃO EFICIENTE DE POLÍCIA JUDICIÁRIA.

Presidência do Painel:

Palestrante:

Exmo. Sr. Doutor Emerson Wendt - Chefe de Polícia Civil do estado do Rio Grande do Sul e Presidente do Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil.

4º Palestra

A COOPERAÇÃO INTERNACIONAL NAS INVESTIGAÇÕES CRIMINAIS.

Presidência do Painel:

Palestrante:

Exmo. Sr. Doutor Ricardo Andrade Saadi - Superintendente de Polícia Federal no estado do Rio de Janeiro.

3º DEBATE

POLÍCIA FEDERAL - A LEI É PARA TODOS (2º Filme).

Presidência do Painel:

Debatedores:

Exmo. Sr. Marcelo Antunez - Diretor de Cinema.

Exmo. Sr. Tomislav Brazic - Produtor de Cinema.

Encerramento do 1º Dia.

Diretoria do Evento.
20h30min
JANTAR DO EVENTO - PALESTRANTES.

Jantar do Evento.

Palestrantes e Patrocinadores, Somente.

SECRETARIA.

A partir das 8h

Mesa de Honra de Abertura.

AUTORIDADES CONVIDADAS.

5ª Palestra

AS MEDIDAS DE COMBATE À CORRUPÇÃO.

Presidência do Painel:

Exmo. Sr. Fernando De Pinho Barreira, Diretor do Evento.

Palestrante de Honra:

Exmo. Sr. Doutor Deltan Martinazzo Dalagnol - Procurador da República.

6º Palestra

CORRUPÇÃO E LAVAGEM DE DINHEIRO.

Presidência do Painel:

Palestrante:

Exma. Srª. Drª Erika Mialik Marena - Delegada Superintendente de Polícia Federal no estado de Sergipe.

7º Palestra

A INTERPOL E A CRIMINALIDADE CIBERNÉTICA.

Presidência do Painel:

Palestrante:

Exmo. Sr. Dr. Valdecy de Urquiza e Silva Jr. - Diretor de Comunidades Vulneráveis da Secretaria Geral na Interpol em Lyon, na França.

3 Anos de Jornada Internacional de Investigação Criminal

AGRADECIMENTOS E HOMENAGEM À COMISSÃO CIENTÍFICA.

Agradecimentos:

Diretoria do Evento

Homenageados:

Comissão Científica do Evento.

13h05min
INTERVALO.

Intervalo para almoço (Não Incluso).

PALESTRANTES E CONGRESSISTAS.

Homenagem

HOMENAGEM AO EXMO. SR. PROF. DR. VALDEMAR PEREIRA DA LUZ (in memoriam).

Homenageante:

Exmo. Sr. Fernando De Pinho Barreira, Diretor do Evento.

Homenageado:

Exmo. Sr. Prof. Dr. Valdemar Pereira Da Luz (in memoriam).

4ª Debate

OS DESAFIOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL NA OPERAÇÃO LAVA JATO.

Presidência do Painel:

Debatedores:

Exmo. Sr. Doutor Carlos Fernando Dos Santos Lima - Procurador Regional da República em Curitiba.

Exmo. Sr. Doutor Vladimir Aras - Procurador Geral da República em Brasília.

8ª Palestra

A EFETIVIDADE NO COMBATE ÀS ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS.

Presidência do Painel:

Palestrante:

Exmo. Sr. Drº Cristiano de Castro Reschke - Delegado Diretor do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos da Polícia Civil/RS.

5ª Debate

LAW ENFORCEMENT E DEMOCRACIA - O POLICIAMENTO POR CONSENTIMENTO E A PROTEÇÃO DO AGENTE PÚBLICO.

Presidência do Painel:

Exmo. Sr. Fernando De Pinho Barreira - Perito Criminal e Especialista em Direito Digital. Membro da Sociedade Britânica de Criminologia.

Debatedores:

Exma. Srª. Drª Viviane Nery Viegas - Delegada de Polícia Civil/RS e vice-Presidente da ASDEP.

Exmo. Sr. Dr. Edvandir Felix de Paiva - Delegado de Polícia Federal e Presidente da ADPF.

9º PALESTRA

O USO DA TECNOLOGIA NO MAPEAMENTO DA CRIMINALIDADE - BI E INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL.

Presidência do Painel:

Exmo. Sr. Doutor Andrei Augusto Passos Rodrigues - Delegado Coordenador Geral de Polícia Fazendária da Polícia Federal.

Palestrante:

Exmo. Sr. Drº Carlos Eduardo Miguel Sobral - Delegado Chefe do Escritório de Estratégia da Coordenação Geral de Polícia Fazendá da Polícia Federal.

Encerramento do Evento.

Diretoria do Evento.
31/08/18 - A partir das 9h30min 01/09/18 - A partir das 9h30min
SESSÃO DE AUTÓGRAFOS - AUTORES E CONGRESSISTAS.

Sala de Autógrafos.

Autores e Congressistas.

DPF Clayton da Silva Bezerra Dr. Clayton da Silva Bezerra - DPF.

Chefe de Polícia Emerson Wendt Dr. Emerson Wendt - Chefe de Polícia.

DPF Márcio Adriano Anselmo Dr. Márcio Adriano Anselmo - DPF.

DPF Jorge Barbosa Pontes Dr. Jorge Barbosa Pontes - DPF.

31/08/18 - 20h30min
JANTAR NO RESTAURANTE OFICIAL DO EVENTO - SOMENTE PALESTRANTES.

Local a ser definido.

Palestrantes e Patrocinadores, Somente - R.S.V.P
31/08/18 - A partir das 9h30min 01/09/18 - A partir das 9h30min
HOMENAGENS - HOMENAGEADOS E CONGRESSISTAS

Auditório e Sala VIP.

Homenageados e Congressistas.

Cleiton Silvestre Munhoz de Freitas Dr. Cleiton Silvestre Munhoz de Freitas - ASDEP.

Edvandir Felix de Paiva Dr. Edvandir Felix de Paiva - ADPF.

João Alfredo Bertolucci Dr. João Alfredo Bertolucci - Prefeito de Gramado.

Valdemar Pereira da Luz Prof. Dr. Valdemar Pereira da Luz - In memorian.

Taurus Armas Presidente - Taurus Armas.

Ricardo Breier Dr. Ricardo Breier - Presidente da OAB/RS.

TESTIMONIAIS

O que os Congressistas Dizem sobre o Evento

(11 de junho de 2016 às 17:40) Parabéns Dr. Fernando De Pinho Barreira e a toda equipe pelo brilhante evento e excelência na organização! Foi um prazer participar do evento!.
Dr. Luciano Flores de Lima Departamento de Polícia Federal
(13 de junho de 2016 às 23:32) Gostaria de registrar meu agradecimento pela excelente organização do evento ao Dr. Fernando De Pinho Barreira e todos os que atuaram para sua realização!.
Dr. Marcio Adriano Anselmo Departamento de Polícia Federal
(9 de junho de 2016 às 17:14) Palestrando em Gramado na Jornada de Investigação Criminal! Excelente organização, com discussões importantíssimas. Que venham outras jornadas como essa!!.
Drª Nadine Farias Anflor Presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Sul.
(02 de setembro de 2017 às 09:30) "Eu agradeço ao Sr. Fernando De Pinho pelo gentil convite para um evento muito bem organizado."
Juíz Federal Sérgio Fernando Moro Juíz Federal da 13ª Vara Criminal de Curitiba
(17 de junho de 2016 às 15h) Participação num raro evento sobre tecnologia de Investigações. Temos análises em profusão sobre criminalidade em encontros, seminários e congressos, mas raramente há espaços para medidas práticas... O organizador desse evento é o Fernando de Pinho Barreira, um brilhante perito privado que levou ao evento expoentes da Operação Lava Jato como o procurador Carlos Fernando... e o Delegado federal Márcio Adriano... O ex-senador Pedro Simon deu uma aula sobre o alcance e possibilidades das CPI. Foi um ilustrativo prazer conviver por 3 dias na belíssima cidade de Gramado. Em setembro de 2017 haverá outra edição. Vale a pena reservar a data.
Cel José Vicente da Silva Filho Ex. Secretário Nacional de Seg. Pública, Cel. Ref. da PMSP
(01 de setembro de 2017) Todo o seminário, as palestras, a logística... foi realmente fantástico, eu fiquei realmente admirado com a participação de todos eo número de participantes e os temas traduzem o esforço que nós fazemos na polícia. Eu estou realmente satisfeito e espero, no ano que vem, estar aqui novamente na Jornada.
Dr. David Brassanini Adido Policial do FBI.
(02 de setembro de 2017) O Evento é excepcional, uma platéia diversificada e realmente foi uma oportunidade única de você colocar os grades problemas que nós estamos enfrentando, seja nacionalmente, no aspecto da repressão criminal, seja, pelo aspecto político.
Dr. Carlos Fernando Dos Santos Lima Prcurador Regional da República.
(01 de setembro de 2017) Eu acredito que Gramado persegue exatamente o que está acontecendo aqui, este é um grande evento, qaulificado, que traz à Gramado pessoas importantes, que dá visibilidade à cidade e isto significa, em apertado resumo, que eu estou muito feliz em sediar este evento.
Dr. João Alfredo de Castilhos Bertolucci Prefeito da cidade de Gramado.

II EDIÇÃO - 2017

Veja um pouco do que foi a II JORNADA INTERNACIONAL DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL


PATROCINADORES E APOIADORES

PATROCINADORES E APOIADORES INSTITUCIONAIS

Patrocínios: patrocinio@jornadadeinvestigacao.com.br



Local

  • Rua Garibaldi, 152 - Centro, Gramado, RS, Brasil, 95670-000
  • vendas@jornadadeinvestigacao.com.br
  • patrocinio@jornadadeinvestigacao.com.br
  • contato@jornadadeinvestigacao.com.br
REGRAS DE PARTICIPAÇÃO

Regras de Participação Contrato de Adesão

Regras Gerais de Participação - Contrato de Adesão de Participação no Evento:

1 - ADESÃO: A adesão irrestrita a estas regras gerais se aperfeiçoa no momento da compra da inscrição, seja isoladamente ou em conjunto com a hospedagem, e seu cumprimento, seja na observância às regras de comportamento no evento, circulação, horários de funcionamento, urbanidade no tratamento com os organizadores, atendentes, palestrantes e com os demais congressitas são condições essenciais de permanência no evento. A inscrição do participante implicará conhecimento e na tácita aceitação das condições estabelecidas nestas Regras, não podendo o inscrito alegar o seu desconhecimento ou pretender exceções ou tratamentos privilegiados.

2 - INSCRIÇÕES - O valor das inscrições pode variar de acordo com a proximidade do evento, havendo ingressos de diferentes valores para diferentes diagramações do evento. As inscrições são pessoais e intransferíveis, e a sua compra é feita, exclusivamente, pelo site do evento, sendo vedadas e nulas as transmissões, cessões, revendas, onerosas ou gratuitas, ficando a inscrição confirmada disponível para o titular da mesma, apenas, com vias a evitar o cambismo de ingressos para o evento. A quantidade das inscrições é limitada, estando sujeita à disponibilidade por setor, podendo ser diminuída, remanejada ou ampliada, de acordo com a conveniência e necessidades do evento. A compra somente se aperfeiçoa com a efetivação do pagamento. A organização não se obriga a emitir segundas vias de pagamento ou a disponibilizar novas oportunidades de compra após o encerramento das inscrições, sob nenhuma hipótese. A primeira providência do interessado em participar do evento deve ser a aquisição do ingresso, não sendo a organização responsável por for fornecer ingressos para complementar pacotes de companhias de turismo ou passagens/hospedagens. Não há companhia de turismo autorizada pela organização. O arrependimento da compra de inscrições deve ser exercido em até sete dias da data da compra, expressamente, por e-mail enviado para vendas@jornadadeinvestigacao.com.br, em nenhuma outra hipótese será devolvido o valor da inscrição, salvo em caso de cancelamento do evento. Não será permitida a entrada de menores e/ou acompanhantes, exceto se estiverem credenciados e inscritos no evento. A compra de inscrição não dá direito à entrada em eventuais festas organizadas pelo evento (devendo o ingresso, se organizada alguma festa, ser adquirido separadamente), às consumações, ou a outros itens porventura vendidos pelo evento, como souvenires.

3 - HOSPEDAGENS - As hospedagens oferecidas no site do evento para o Hotel Serra Azul (Hotel do Evento) são oferecidas com exclusividade, tendo a organização reservado e pago antecipadamente ao hotel a totalidade dos apartamentos, detendo a exclusividade de sua comercialização. Eventualmente, podem ser ofertados lotes de hospedagens em outros hoteis, sendo a organização responsável apenas pelo cumprimento das condições do lote por ela ofertado. As inscrições estão sujeitas às regras vigentes de hospedagem e às normas internas do(s) hotel(is). As condições comerciais vigentes, à exclusão de quaisquer outras, são as ofertadas no site do evento, sendo nulas e desautorizadas quaisquer outras porventura ofertadas por terceiros, pela própria administração do(s) hotel(is), não se obrigado a organização com qualquer condição diversa da por ela ofertada. O valor pago relativo à hospedagem não inclui ingressos, ou despesas de serviços e consumações, devendo o hóspede, à saída da hospedagem (check out), de sua eventual consumação, e dos 10% de serviço sobre esta, não estando estes valores inclusos no valor de hospedagem adquirido. As hospedagens estão sujeitas às regras de check in/check out do hotel em questão, inclusive quanto ao No Show. Não há qualquer responsabilidade da organização por hospedagens de inscritos por pacotes e ofertas de hospedagens outras que não as aqui ofertadas. A titularidade da hospedagem é pessoal e intransferível. A sua aquisição está dissociada do ingresso, devendo cada interessado adquirir o seu ingresso. Em hipótese alguma a organização será obrigada a fornecer ingressos para acompanhantes que não o adquiriram - mesmo que haja a troca de acompanhantes. As hospedagens podem ser canceladas em até 1 mês da data do evento, descontadas as taxas pagas ao PagSeguro (ou à outra empresa que venha a substituí-la na cobrança do evento) e a taxa administrativa de 20%, desde que não tenham se encerrado as vendas, ocasião em que os valores não serão reembolsados, pela impossibilidade de locação do apartamento a terceiros.

4 - KITS DE PARTICIPAÇÃO E CREDENCIAMENTO PRÉVIO POR QRCODE - Não haverá a necessidade de retirada de kits ou formação de de filas para o credenciamento, sendo os QRCodes fornecidos quando confirmada a inscrição e os kits de participação serão entregues na entrada do evento, com a apresentação pelo inscrito, do QRCode de inscrição no seu smartphone ou impresso. A responsabilidade pela apresentação do QRCode fornecido previamente é do inscrito, que deve se organizar para tanto. O QRCODE contém as informações individuais do inscrito que serão confirmadas com um documento válido com foto. É vedada a cessão, a qualquer título, do QRCode a terceiros e o controle eletrônico somente permite o ingresso individual deste ao evento.

5 - INSCRIÇÕES COM DESCONTO - Àqueles que efetuarem as inscrições em categorias com desconto, como estudantes ou categorias profissionais eventualmente conveniadas com o evento (Ex: delegados de polícia federal), deverão enviar o comprovante desta condição no ato da inscrição, reapresentando-o para o ingresso ao evento, sob pena de indeferimento de sua inscrição. Eventuais adulterações, montagens ou simulações de documentos serão encaminhadas pela organização às autoridades competentes para apurações criminais cabíveis.

6 - CREDENCIAL POR QRCODE (OU FÍSICA, SE ASSIM FOR ADOTADA PELO EVENTO) - A credencial de participante é pessoal e intransferível, e necessária e indispensável para a entrada e registro da frequência do participante. Na hipótese de perda da credencial, durante o evento, somente será fornecida uma segunda via mediante o pagamento de 50% do valor da inscrição, o que deverá ser feito no ato da solicitação, na área indicada para tal fim pela organização do evento. A credencial de participante não dá direito à entrada em setores reservados aos palestrantes e autoridades, ou às outras áreas do evento reservadas à organização. O acesso adquirido é válido somente para o setor a ele correspondente, não sendo permitido a ocupação de outro setor de categoria diferente, mesmo que não ocupado.

7 - CERTIFICADOS DE PARTICIPAÇÃO - Não haverá a necessidade de retirada de certificados de participação, que serão fornecidos, exclusivamente por meio eletrônico, através do envio, para o endereço de e-mail ou aplicativo de smartphone fornecidos no ato da inscrição, de um link para sua impressão. Os certificados serão fornecidos com carga horária correspondente àquela registrada pelo inscrito no evento. Para frequências iguais ou superiores à 75% da programação, será emitido o certificado de carga horária de 30 horas. Os cursos de graduação de Direito ou de Ciências Jurídicas e Sociais possuem diferentes interpretações, de acordo com critérios estabelecidos pelas mesmas no seu plano pedagógico para aprovação dos seus currículos pelo MEC, de quantas horas de atividades complementares serão consideradas para seu curso - Ministério da Educação - pareceres cne/ces n° 55, de 18 de fevereiro de 2004 e cne/ces nº 211, de 8 de julho de 2004 e resolução cne/ces nº 9, de 29 de setembro de 2004). O inscrito, com a participação mínima requerida, poderá solicitar na secretaria do evento, o envio do seu certificado por e-mail pagando uma taxa administrativa de 20% do valor da inscrição. Eventuais envios sem prévia solicitação e pagamento são mera liberalidade, não obrigando a sua repetição para o caso específico ou outrém. Os envios cessaram completamente após 10 dias de findo o evento.

8 - DA ENTRADA E PERMANÊNCIA NO EVENTO - Não será permitida a entrada do inscrito, mesmo que devidamente credenciado, portando bebidas alcoólicas ou estando alcoolizado. Igualmente é proibida a entrada no evento do inscrito portando cartazes de qualquer natureza, camisetas com dizeres ou imagens de protesto, ideológicos ou ofensivos à quaisquer um dos palestrantes ou autoridades presentes, bem com aquelas que expressem preconceitos de qualquer espécie. O inscrito deverá observar a urbanidade em trajes e posturas, não sendo permitidas ofensas, apupos, agressões de qualquer espécie, sendo a conduta em desacordo penalizada administrativamente com a retirada do participante do evento e a retenção de sua credencial, sem prejuízo de outras sanções cabíveis, nos termos da lei.

9 - GRADES E ALTERAÇÕES - A Coordenação Geral do evento reserva-se o direito de alterar a programação, seja quanto à ordem de exibição dos palestrantes, horários, e painéis, apresentando sempre palestrantes de referência em cada um dos temas apresentados. Todos os palestrantes anunciados estão formal e expressamente confirmados por suas assessorias e/ou gabinetes, quando não diretamente pelas próprias autoridades. Eventuais cancelamentos de participações serão devida e expressamente justificados pelos mesmos, e anunciados imediatamente, assim como a sua substituição, no site do evento, a saber www.jornadadeinvestigacao.com.br , bem como pelas redes sociais ou outro meio de publicidade então em uso.

10 - OUTRAS DELIBERAÇÕES - Compete a coordenação geral do evento decidir sobre os casos não expressamente previstos nesse regulamento.

DIREÇÃO JORNADA INTERNACIONAL DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL